Um dos maiores desafios de ser um nômade digital é garantir que a consistência do trabalho durante as viagens. Afinal, apesar de se estar em uma viagem, não se trata de férias constantes, e é fundamental não perder isso de vista.

Porém, há uma série de coisas que podem prejudicar o rendimento, como o excesso de distrações, horários bagunçados, falta de um espaço definido para trabalhar etc. Por isso, nesse post trago algumas dicas que podem ajudar a garantir a consistência do trabalho durante a vida nômade.

 

1. Criar um cronograma

Essa é uma dica útil em qualquer trabalho, mas especialmente para quem está começando a trabalhar em home office é algo fundamental. É comum se perder nos horários quando se está em ambientes e em rotinas diferentes. Com isso, é fácil de perder o controle do tempo e o trabalho ficar atrasado.

Por isso, crie um cronograma para se manter organizado e acompanhar a evolução do trabalho. Não precisa ser algo complexo, basta listar as tarefas que devem ser desempenhadas em cada dia e o prazo de cada uma.

Isso pode ser feito em papel mesmo ou você pode usar ferramentas eletrônicas para te ajudar. Há uma série de aplicativos que podem ser bem úteis para isso.

Trabalho para nômades digitais

2. Definir hora de trabalho

 

Além de ter um cronograma, é importante definir os dias e horas que você pretende trabalhar. Não precisa bater ponto, mas é legal ter um planejamento de horário até mesmo para que você possa provisionar a quantidade de trabalho que conseguirá fazer.

A beleza de criar sua própria agenda é que você pode flexibilizar e tirar tempo quando quiser. Mas, na maior parte das vezes, é mais fácil entrar no ritmo do trabalho com horários mais fixos.

Além disso, essa é uma boa forma de se organizar, pois quando chegar a hora, você estará mentalmente preparado para trabalhar. Quando isso fica muito em aberto, fica fácil ter uma desculpa para dormir ou pular o trabalho por completo. Uma das partes boas de definir o próprio horário de trabalho é ter a possibilidade de escolher aqueles horários nos quais é mais produtivo.

 

3. Crie um espaço de trabalho

Sendo nômade, o lugar de trabalho acaba mudando com frequência. Porém, na medida do possível, em cada um dos lugares que estiver ajeite um espaço dedicado, livre de distrações para fazer a maior parte do seu trabalho. Isso possibilitará que os horários trabalhados sejam mais produtivos.

Pode ser em um coworking, casa ou hotel, e no ambiente que você se sentir mais à vontade. Mas separe um cantinho em um lugar tranquilo e confortável para horas de trabalho.

Trabalho para nômades digitais

4. Minimize as distrações

Essa é mais uma dica que serve para qualquer tipo de trabalho, mas é fato que para ter um dia produtivo, é preciso minimizar as distrações o máximo possível.

 

Se você luta para se manter focado e facilmente se distrai com WhatsApp, Instagram, Facebook , Youtube ou outros sites, então você precisa silenciá-los, pelo menos, quando estiver trabalhando. Se for preciso, mantenha o celular afastado de onde você está trabalhando.

 

5. Acompanhe seu tempo

Além de ter um cronograma e horários definidos, é útil acompanhar o tempo das atividades desempenhadas. Assim, quando o rendimento é abaixo do imaginado, é possível verificar onde o seu tempo está indo.

Isso também ajudará a gerenciar melhor sua agenda e planejar de forma correta os cronogramas futuros. E no caso de muito tempo perdido em tarefas menos importantes, será importante para priorizar as atividades que realmente importam.

 

6. Faça pausas / Técnica Pomodoro

Fazer algumas pausas é crucial para se manter produtivo durante as horas de trabalho. De tempos em tempos, levante-se, estique as pernas, alongue os braços, tome uma água e veja alguma coisa diferente, por poucos minutos.

Se preferir, pode seguir a técnica Pomodoro, que é um método de gerenciamento de tempo onde você trabalha em intervalos de 25 minutos com curtas pausas entre. Para isso, é legal focar em uma tarefa por vez e trabalhar com foco total nela, até que o temporizador dispare para uma pausa de 3 a 5 minutos.

 

7. Reserve tempo suficiente para conhecer os lugares

O estilo de vida nômade possibilita misturar viagens com o trabalho. Como mencionei acima, é preciso ter em mente de que não se trata de férias constantes para reservar as horas de trabalho, mas o contrário também é fundamental! Digo isso porque pode ser que você considere um prazo para cada local menor que o ideal na hora de planejar o seu roteiro, e não sobre tempo para as duas coisas.

Quando estamos viajando em férias, gastamos um tempo X para conhecer determinado local. Ao viajar para esse lugar como nômade digital, considere o tempo X, somado ao tempo em que você estará trabalhando. Isso é importante para garantir a própria produtividade no trabalho, já que se esse tempo não for suficiente, você provavelmente acabará reduzindo as horas de trabalho para não ter ido à toa para aquele lugar.

 

Tem uma dica de produtividade que funciona para você? Compartilhe também com a gente!