Buenos Aires é a capital e maior cidade da Argentina, e é um importante destino turístico, conhecido pela arquitetura de estilo europeu, por sua rica vida cultural, agitada vida noturna e riqueza da gastronomia.

Para quem vai visitar a cidade, o ideal é caminhar e conhecer os diferentes bairros, com suas características tão especiais. Reuni aqui nesse post os principais pontos turísticos e atrativos para se conhecer em Buenos Aires, separados por regiões.

 

O QUE FAZER EM BUENOS AIRES

 

Centro / Montserrat / Retiro

O centro de Buenos Aires não é um bairro oficial, na realidade é composto de outras áreas, mas todos se referem à região histórica e comercial como centro da cidade. É onde estão os pontos turísticos relacionados à história da capital argentina. Caminhar pelo centro é um dos principais passeios para quem visita Buenos Aires. Por lá, há um misto entre a atmosfera moderna e a arquitetura antiga de estilo europeu.

 

Casa Rosada

O que fazer em Buenos Aires: Casa Rosada

A Casa Rosada é a sede da presidência argentina e um dos principais símbolos do país. Tem esse nome por causa da sua cor, que desde os primórdios era feita numa mistura de sangue bovino com cal. Hoje, mesmo com tintas normais, mantém a mesma tonalidade.

Com sua grandiosa arquitetura, é considerado um dos prédios mais bonitos da América Latina. Mas além de tirar a tradicional foto na fachada, é possível também fazer visitas guiadas por dentro do prédio nos finais de semana e feriados. Porém, é preciso agendar com antecedência.

  • Endereço: Balcarce 50, 1064 Buenos Aires, Argentina.

 

Plaza de Mayo

É a praça que fica em frente à Casa Rosada, e é o coração político de Buenos Aires. Está cercada de belos edifícios como a Casa Rosada, o Cabildo, a Catedral e a sede do Banco de La Nación Argentina. É arborizada e tem vários bancos, por isso costuma ser um local de descanso dos portenhos que trabalham ou vivem na região. Em frente, está a Avenida de Mayo, que leva à bela praça do Congresso.

A praça é  palco frequente de manifestações populares, entre elas a manifestação das Mães da Plaza de Mayo que ocorre às quintas-feiras desde a década de 70. O chão da praça hoje é decorado com padrões imitando os lenços de cabelo usados por essas mulheres.

  • Endereço: Av. Hipólito Yrigoyen s/n, 1087 CABA, Argentina.

 

Catedral Metropolitana de Buenos Aires

A Catedral Metropolitana de Buenos Aires é a maior e mais importante igreja da cidade, e fica na Praça de Maio, bem próxima à Casa Rosada. Em seu interior está o túmulo de San Martín, herói argentino. É também famosa por ter sido um dos locais de atuação do atual Papa Francisco.

A fachada da Catedral chama muito a atenção, pois à primeira vista parece mais um templo grego. Isso se deve à presença das doze colunas que representam os doze apóstolos.

  • Endereço: Calle Rivadavia s/n, 1004 CABA, Argentina.

 

Torre Monumental

O que fazer em Buenos Aires: Torre Monumental

A Torre Monumental é um monumento situado no bairro do Retiro, em Buenos Aires. Situada na Praça da Força Aérea Argentina junto a Rua San Martín e a Avenida del Libertador. Conhecida por muitos anos como “Torre dos Ingleses”, a Torre Monumental foi construída pelos residentes ingleses de Buenos Aires em 1916, em homenagem ao centenário da independência argentina. Por ocasião da Guerra das Malvinas em 1982, a Torre dos Ingleses foi rebatizada com o nome atual. Com 60 metros de altura, o seu mirante oferece uma das vistas mais privilegiadas da cidade.

  • Endereço: Av. del Libertador 49, 1104 CABA, Argentina.

 

Avenida 9 de Julho

A Avenida 9 de Julho é a mais importante de Buenos Aires e é considerada uma das mais largas do mundo, com 140 metros de largura. Em algumas partes de seu percurso, chegam a ter 7 pistas de cada lado, sem contar com as vias laterais e muitas áreas verdes em seus canteiros.

A avenida tem aproximadamente 3 km de extensão, indo da estrada 25 de Mayo, ao sul, até praticamente a Avenida del Libertador, passando pelo centro e pelos bairros Monserrat, Retiro, San Nicolás e Constitución. O nome da avenida foi inspirado na data de independência da Argentina, 9 de julho de 1816.

Ao longo da avenida há diversos hotéis, restaurantes, prédios empresariais, lojas, bares, cafés etc. Além disso, importantes pontos turísticos da cidade ficam ali, como o famoso Teatro Colón e o Obelisco.

 

Teatro Colón

O Teatro Colón é a maior e mais importante casa de ópera da Argentina e um dos principais pontos turísticos de Buenos Aires. Acusticamente, é considerado um dos cinco melhores teatros do mundo. Inaugurado em 1908, é frequentado pelos maiores músicos e companhias sinfônicas do mundo.

O auditório é em forma de ferradura, com 2 487 lugares, mil lugares em pé e um palco com 20 metros de largura, 15 metros de altura e 20 metros de profundidade. São realizadas visitas guiadas diariamente no local, e quem desejar pode também ver alguma apresentação por lá, pois atualmente os valores não são mais tão altos.

  • Entrada: $400 pesos argentinos (visitas guiadas)
  • Horário de funcionamento: Visitas guiadas diariamente, das 9h às 17h.
  • Endereço: Cerrito 628, C1010 CABA, Argentina.

 

Obelisco de Buenos Aires

O que fazer em Buenos Aires: Obelisco

O Obelisco de Buenos Aires fica no cruzamento da Avenida 9 de Julho com a Calle Corrientes, no meio da Praça da República. O monumento foi inaugurado em 1936 no mesmo local que ficava a igreja onde a primeira bandeira argentina foi hasteada. Foi projetado pelo arquiteto argentino Alberto Prebisch, tem 67,5 metros de altura e cada lado da base conta com 6,8 metros. Em todas as faces, denominadas norte, sul, leste e oeste, há uma inscrição diferente, que fazem referência à fundação de Buenos Aires.

  • Endereço: Av. 9 de Julio s/n, 1043 CABA, Argentina.

 

Plaza San Martín

A Plaza San Martín é um parque localizado no bairro de Retiro, no início da Rua Florida. Possui esse nome em homenagem ao grande herói argentino San Martín. Foi palco de inúmeros acontecimentos históricos trágicos, como a venda de escravos, uma praça de touradas e batalhas contra os ingleses durante a Guerra das Malvinas. Hoje é um local bastante bonito, com várias árvores e prédios históricos. Só fique esperto ao se locomover por lá sozinho, pois é uma área não muito segura. Fomos lá com o Tour Lado B do Aires Buenos, em um grupo grande dando maior liberdade para explorar os detalhes mais interessantes da praça.

 

Calle Florida

A Calle Floria é uma das ruas mais famosas de Buenos Aires, com muitas lojas, cafés, cambistas e ambulantes, mas ao mesmo tempo bem agradável, com bastante movimento de pedestres e algumas abordagens para tentar vender algo. Limitada unicamente ao passo de pedestres, este calçadão de aproximadamente um quilometro de extensão é um dos principais pontos turísticos de Buenos Aires..

 

Galerias Pacífico

Um shopping center no Centro do Buenos Aires, que foi construído como uma loja no estilo francês em 1889. Após isso, já foi a primeira sede do Museu Nacional de Belas Artes e o escritório da companhia de trens que iam de Buenos Aires até o Oceano Pacífico argentino, daí o nome atual. Atualmente, possui lojas dos mais variados tipos, mas mantém sua elegância e riqueza, com afrescos no teto de importantes artistas argentinos. Vale a visita tanto para quem quer fazer compras quando para quem quer ver de perto o belíssimo edifício.

  • Entrada: Livre
  • Horário de funcionamento: Diariamente, das 10h às 21h.
  • Endereço: Av. Córdoba 550, C1054AAR CABA, Argentina.

 

La Boca

Localizado às margens do Riachuelo, La Boca foi o típico bairro de imigrantes, principalmente italianos. É um dos bairros mais visitado por turistas, mas também uma das regiões mais pobres da cidade. O bairro é famoso pelas casas multicoloridas do Caminito e por ser o berço do aclamado time de futebol Boca Juniors.

 

Caminito

O Caminito é uma rua famosa por suas casas coloridas localizada no bairro de La Boca. Na década de 1950, o morador Arturo Carrega decidiu recuperar o terreno onde antes era um estreito arroio. Para isso, contou com a ajuda do pintor Quinquela Martín, que começou dar cor aos casebres cinzas da região e batizou a rua como “Caminito” pelo título do popular tango de 1926, de Peñalosa e Filiberto. Caminito hoje é visitado por centenas de turistas todos os dias.

O que fazer em Buenos Aires: Caminito

Museu de Bellas Artes de La Boca Quinquela Martín

O Museu de Belas Artes de La Boca fica no coração de La Boca é uma das instituições que o artista Quintela Martín doou ao bairro, com a intenção de criar um centro de desenvolvimento cultural, educacional e de saúde. Além de quadros e esculturas, o museu abriga os cômodos em que o artista viveu.

  • Entrada: $40 pesos argentinos.
  • Horário de funcionamento: Diariamente, das 10h às 18h (fechado às segundas-feiras).
  • Endereço: Av. Don Pedro de Mendoza 1835, 1169 La Boca, Buenos Aires, Argentina.

 

La Bombonera

O estádio do Boca Juniors é um dos pontos que os fãs de futebol mais gostam de conhecer. É possível fazer visita ao museu e ao estádio para conhecer mais de perto a história do clube, suas conquistas e ter até a oportunidade de ver de pertinho o campo e visitar os vestiários. Outra possibilidade é assistir algum jogo por lá.

  • Endereço: Brandsen 805, 1161 CABA, Argentina.

 

San Telmo

San Telmo é um dos bairros mais antigos e charmosos de Buenos Aires, com suas ruas de paralelepípedo e ares de interior. Foi o bairro das famílias mais ricas e aristocratas até 1871, quando uma epidemia de febre amarela obrigou a população a migrar para o norte da cidade, deixando os casarões coloniais para as famílias de trabalhadores e imigrantes europeus. Hoje o bairro tem vários cafés, restaurantes, cervejarias artesanais, lojas de design e antiguidades, livrarias e museus.

 

Feira de San Telmo

O que fazer em Buenos Aires: Feira de San Telmo

A Feira de San Telmo é super tradicional e acontece aos domingos em Buenos Aires. Conhecida pela venda de antiguidades, tem grande extensão para caminhar, fazer compras, ver apresentações de dançarinos, músicos e artistas em geral e conhecer um pouco mais sobre a cultura argentina. Além disso, acontecem diversas apresentações de flamenco e tango.

  • Entrada: Livre
  • Horário de funcionamento: Domingos, das 10h às 17h.
  • Endereço: Defensa 120, C1065 CABA, Argentina.

 

Plaza Dorrego

A Plaza Dorrego, que data do século 18, é um dos espaço públicos mais antigos de Buenos Aires, ficando atrás somente de lugares icônicos da cidade, como a Plaza de Mayo. É o centro da Feira de San Telmo, que acontece aos domingos.

  • Endereço: C1103 Cidade Autônoma de Buenos Aires, Argentina

 

Mercado de San Telmo

Buenos Aires ainda conserva o espírito dos primeiros mercados. Com uma fachada típica italiana e interior amplo, o Mercado de San Telmo é o ponto de encontro obrigatório dos moradores do bairro e uma visita única para os turistas. Por lá tem de tudo um pouco, carne, verduras e até algumas muambas.

  • Entrada: Livre
  • Horário de funcionamento: Diariamente, das 8h às 21h.
  • Endereço: Bolívar 970, C1066AAT CABA, Argentina.

 

Estátua da Mafalda

Diretamente dos quadrinhos argentinos, a estátua da personagem do cartunista argentino é sucesso entre turistas para fazer fotos, e um dos pontos mais queridos da cidade.

  • Endereço: Esquina das ruas Chile e Defensa, Buenos Aires, Argentina.

 

Puerto Madero

O que fazer em Buenos Aires: Puerto Madero

Puerto Madero fica em uma área portuária da cidade. Depois de vários anos de abandono, o bairro passou por uma total revitalização na década de 90 que o transformou em um dos bairros mais modernos e caros de Buenos Aires. Com a transformação do bairro, um longo calçadão foi criado ao longo dos diques, proporcionando uma vista linda do porto e dos arranha-céus que embelezam ainda mais a vista.

 

Puente de la Mujer

A Puente de la Mujer, ou Ponte da Mulher, é um marco arquitetônico de Buenos Aires e de toda a América Latina. Foi idealizada pelo conhecido arquiteto espanhol Santiago Calatrava. Inaugurada em 2001, tem um design moderno e vanguardista e foi inspirada na imagem de um casal dançando tango. O mastro representa um homem que sustenta pelas costas uma mulher, representada pela curvatura central da ponte.

  • Endereço: C1113 Cidade Autônoma de Buenos Aires, Argentina.

 

Fragata Sarmiento

A Fragata Sarmiento é uma bela embarcação ancorada pertinho da Puente de la Mujer em Puerto Madero. Construída em Liverpool, na Inglaterra, em 1897, foi o primeiro navio-escola da Argentina. Atualmente, funciona como um museu, onde é possível visitar as dependências da fragata e ver como era avida em alto-mar. O museu conta com fotos, uniformes, documentos e armas expostas em seu interior.

  • Entrada: Social, em torno de $10 pesos argentinos.
  • Horário de funcionamento: Diariamente, das 10h às 19h.
  • Endereço: Darsena 3, Av. Alicia Moreau de Justo 900, C1107AAT CABA, Argentina.

 

Reserva Ecológica de Buenos Aires

A Reserva Ecológica de Buenos Aires é a maior área verde da cidade, com 350 hectares que reúnem a maior quantidade de biodiversidade do município, além de de 575 espécies de plantas. Há circuitos para quem gosta de andar e bike ou correr. Em frente à reserva está a Fonte de la Nereidas, uma criação da escultora argentina Lola Mora, inaugurada em 1903.

  • Entrada: Livre
  • Horário de funcionamento: Diariamente, das 10h às 20h (fecha às segundas-feiras).
  • Endereço: Av. del Libertador 1473, Buenos Aires, Argentina.

 

Recoleta

O que fazer em Buenos Aires: Recoleta

A Recoleta é um bairro nobre de Buenos Aires. O bairro tem muitas atrações turísticas e seus imóveis estão entre os mais valorizados da cidade. Além da sua arquitetura e ar europeu, é um ótimo bairro para passear a pé para apreciar a vista urbana e a beleza da cidade.

 

MNBA – Museu Nacional de Belas Artes

O Museu Nacional de Belas artes conta a história da Argentina e alguns dos períodos mais importantes de sua história por meio de obras de artistas locais. Além de obras nacionais, o museu tem obras de artistas como Monet, Pissarro e El Greco. Fazer a visita guiada é indicado para conhecer as obras com mais detalhes e a história de cada uma.

  • Entrada: Livre
  • Horário de funcionamento: Diariamente, das 10h às 20h (fecha às segundas-feiras).
  • Endereço: Av. del Libertador 1473, Buenos Aires, Argentina.

 

Igreja Nossa Senhora de Pilar

O que fazer em Buenos Aires: Igreja Nossa Senhora do Pilar Recoleta

Com uma fachada branca no estilo barroco, trate-se da segunda igreja mais antiga de Buenos Aires. Deve seu nome à patrona da cidade de Zaragoza, onde nasceu Juan de Narbona quem foi autorizado, no ano 1716, a construir o templo.

  • Entrada: Livre
  • Endereço: Junín 1898, C1113AAV CABA, Argentina.

 

Centro Cultural Recoleta

Perto do Cemitério da Recoleta encontra-se o Centro Cultural Recoleta, um centro de exposições que funciona num edifício que originalmente albergava os monges conventuais. Por lá, há várias exposições de arte e a visita é totalmente gratuita.

  • Entrada: Livre
  • Horário de funcionamento: Diariamente, das 13h30 às 22h (fechado às segundas-feiras).
  • Endereço: Junín 1930, C1113AAX CABA, Argentina.

 

Cemitério da Recoleta

Mesmo sendo um cemitério, é um importante ponto turístico de Buenos Aires. Ele é considerado praticamente um museu por dois motivos. Um deles é o grande número de obras de arte encontradas lá, já que várias das sepulturas foram declaradas patrimônios históricos. A outra razão é porque, no cemitério estão os restos mortais de personalidades famosas da política, cultura, arte e ciência. O cemitério foi inaugurado em 1822. As abóbadas são na maior parte das famílias aristocráticas do país.

  • Entrada: Livre
  • Horário de funcionamento: Diariamente, das 7h às 17h30.
  • Endereço: Junín 1760, 1113 CABA, Argentina.

 

Floralis Generica

O que fazer em Buenos Aires: Floralis Generica

Conhecida como a “Flor Metálica”, a Floralis Generica é um dos principais cartões-portais de Buenos Aires. Ela é uma flor de aço que se fecha durante a noite e abre quando o dia chega. A escultura fica na Plaza de las Naciones Unidas, tem 20 metros de altura e pesa 18 toneladas. Ela foi doada pelo arquiteto argentino Eduardo Catalano. Rodeada por um espaço verde de quatro hectares, a Flor Metálica repousa sobre um espelho d´água que além de ter uma função estética, serve também para protegê-la. Pode ser observada a partir de diferentes perspectivas, dependendo do lugar de onde se olha.

  • Entrada: Livre
  • Endereço: Figueroa Alcorta, Pres. Av. 2301, Buenos Aires, Argentina.

 

Faculdade de Direito

O que fazer em Buenos Aires: Faculdade de Direito

Buenos Aires destaca-se pelos seus edifícios antigos e históricos, atraindo os amantes de arquitetura. Rodeado de jardins, o prédio da Faculdade de Direito é um deles. Trata-se de um dos maiores expoentes de um estilo muito usado na arquitetura argentina, chamado de monumentalista. Caracteriza-se por uma tendência a adotar grandes proporções nas obras arquitetônicas, sendo aplicado comumente como uma expressão de poder.

  • Endereço: Av. Figueroa Alcorta 2263, CABA, Argentina.

 

Livraria El Ateneo

Dentro de um antigo teatro construído em 1919, é uma das livrarias mais bonitas do mundo. Se antes personalidades como Carlos Gardel já tocaram no local, hoje suas estantes ocupam o que antes eram camarotes, mas a estrutura do teatro original permanece.

  • Entrada: Livre
  • Horário de funcionamento: Diariamente, das 9h às 22h.
  • Endereço: Av. Santa Fe 1860, 1123 CABA, Argentina.

 

Palermo

Palermo é o maior bairro da cidade, e reúne áreas verdes, cultura, tradição e muita diversão. É uma região tranquila e agradável, que junta casas e prédios residenciais, parques maravilhosos, centros culturais, grande área comercial e os mais interessantes bares, restaurantes e casas de shows de Buenos Aires.

 

MALBA – Museo de Arte Latinoamericano de Buenos Aires

O Museu de Arte Latinoamericano de Buenos Aires, ou Malba, é um museu que difunde a arte da América Latina a partir do século XX. Foi inaugurado em 2001 e desde então se tornou um centro ativo para a promoção artística e cultural. O Malba tem uma concepção moderna e seus salões são realizadas grandes exposições, eventos e atividades.

  • Entrada: $140 pesos argentinos
  • Horário de funcionamento: Diariamente, das 12h às 20h (fecha às terças-feiras).
  • Endereço: Av. Pres. Figueroa Alcorta 3415, C1425CLA CABA, Argentina.

 

Bosques de Palermo

O que fazer em Buenos Aires: Bosques de Palermo

Essa é a uma parte grande de Palermo, perfeita para quem procura mais tranquilidade. É um dos lugares prediletos dos portenhos nos finais de semana. Os Bosques de Palermo, ou Parque 3 de Febrero como também é conhecido, é uma área que concentra vários parques maravilhosos. Além de uma grande área verde para caminhar e relaxar, é ali que ficam também alguns outros pontos importantes, como: El Rosedal, Jardim Botânico e Jardim Japonês.

  • Entrada: Livre
  • Endereço:Av. Infanta Isabel 410, Buenos Aires, Argentina.

 

El Rosedal de Palermo

O Rosedal de Palermo tem a maior coleção de rosas da Argentina. É um passeio ao ar livre para apreciar as cores e aromas, entre milhares de roseiras de cerca de 100 espécies diferentes. Um lugar muito agradável, com lagos repletos de gansos e patos, pontes e pátios com fontes como o Pátio Andaluz.

  • Entrada: Livre
  • Horário de funcionamento: Diariamente, das 8h às 18h (fecha às segundas-feiras).
  • Endereço: Av Libertador e Av Sarmiento (ruas internas Pedro Montt, Iraola e Infanta Isabel)

 

Jardim Japonês

O que fazer em Buenos Aires: Jardim Japonês

O Jardim Japonês foi criado pela comunidade japonesa de Buenos Aires em 1967, quando o imperador japonês visitou a Argentina. O Jardim fica no bairro de Palermo e representa um parque típico do Japão, com muitas plantas, lagos, cachoeiras e até mesmo biblioteca. É um local muito agradável e relaxante. Vale a pena fazer a visita, especialmente na primavera, quando está bem florido.

  • Entrada: $120 pesos argentinos
  • Horário de funcionamento: Diariamente, das 10h às 18h.
  • Endereço: Av. Casares 3450, C1425 CABA, Argentina.

 

Jardim Botânico Carlos Thays

O Jardim Botânico de Buenos Aires possui cerca de 6 mil espécies vegetais, que ocupam seus mais de 7 hectares de área, com paisagens exuberantes e ambientes únicos. O projeto leva a assinatura do famoso paisagista francês Carlos Thays, Diretor de Passeios da Cidade de Buenos Aires entre 1891 e 1920 e responsável pela maioria dos espaços verdes da cidade.

  • Entrada: Livre
  • Horário de funcionamento: Diariamente, das 9h30 às 18h45 (fecha às segundas-feiras).
  • Endereço: Avenida Santa Fé, 3951 – Palermo, CABA, Argentina.

 

Planetário Galileo Galilei

O Planetario Galileo Galilei é o principal centro de divulgação da astronomia da cidade e o mais importante planetário da Argentina. Conta com uma sala de projeção semi esférica com 360 poltronas reclináveis e uma cúpula de 20 metros de diâmetro, onde se reproduzem perto de 8.900 estrelas, planetas e satélites do universo, e se projetam documentários temáticos. O edifício de cinco andares, conta com um museu e uma pequena sala de projeção secundária, além de abrigar uma coleção de meteoritos provenientes do norte argentino.

  • Entrada: $120 pesos argentinos
  • Horário de funcionamento: Diariamente, das 9h30 às 17h (fecha às segundas-feiras).
  • Endereço: Av. Sarmiento s/n, 1425 CABA, Argentina.

 

Palermo Soho

O que fazer em Buenos Aires: Palermo Soho

Não é exatamente um ponto turístico, e sim uma das subdivisões do bairro de Palermo. região onde se encontra vários bares, restaurantes e cafés fofos, além de várias lojas de moda e design. Com suas ruas estilosas, é um dos lugares preferidos dos turistas na cidade. Aos finais de semana, conta com uma feirinha da charmosa Plaza Serrano.

 

Show de Tango

O que fazer em Buenos Aires: Show de tango

Não tem como pensar na Argentina e não lembrar do tango. Por isso, apesar de não ser exatamente um ponto turístico, não poderia faltar esse tópico aqui nos atrativos de Buenos Aires. E o que não falta por lá são opções de onde ver um tanto, desde apresentações de rua, até mesmo casas de show com espetáculos e jantares. Algumas das principais casas de show da cidade para isso são: Café Tortoni, Esquina Homero Manzi, El Viejo Almacén, Señor Tango e Madero Tango.